Descrição

Sobre braços

O cenário era a RP procurando companhia pra aula de dança de salão, a PP aprendendo a conciliar presença em 2 corais e querendo arrumar um espacinho pra academia sem ter que vender o fígado pra pagar uma, e as 2 tentando convencer a TO de que respirar fundo e cantar o mantra era a melhor solução pro momento recém-formada da amiga. Mas no meio de todas as programações pessoais conseguiram separar um domingo a tarde pra colocar os assuntos em dia...

Panela de brigadeiro pronta e colheres à mão, a discussão da vez era pra colocar a público toda uma conversa que havia girado em torno de um braço. Ou melhor, como dizia o conto machadiano, uns braços. Todos os braços e seus abraços...
É isso. Falaremos sobre potencial de braço. E nesse caso, a questão seria, portanto: como se discute o verdadeiro potencial de um braço?

- Pela manga da camisa, é evidente. (Lógico que é. Alguém aí duvida?)
Mas a outra já achava que mais valia o potencial do abraço do que a gramatura do braço...

E assim elas chegam à conclusão de que gosto é igual a... Bom... Nariz?! Cada um tem o seu, cada um gosta de um, alguns parecem que não pertencem ao dono, ou foram colocados depois (pra entender de onde surgiu o comentário, clique aqui), e por aí vai. Mas uma coisa não se discute: um bom braço é sempre um bom braço!

- Lembra daquele seu amigo?
- Meu amigo?
- Sim. Um exemplo de braço!
- É? (Ela pára pra se lembrar melhor) É... Mas sabe que o outro abraça bem melhor?
- Aí já não sei...
- Ah, mas eu sei! E mesmo que o outro exemplo seja mais alto e com um potencial braçal maior, a um dado ponto sinto falta de uma certa... Proporção... Prefiro um segundo perfil de observação, que até perde em altura, mas é o que abraça melhor e num geral é hm... Mais legal de ver!

Risos à parte, elas se lembraram da festa de formatura da PP. (Quanto tempo faz? Não importa, a questão é a cena em si...) Muitas pessoas, banda no palco, mesas por toda a parte, balcão de drinks no fundo do salão.
- Pinga ou vodka?
- Ai, que braço...
- Como?
Decidem-se. Carambola com vodka, muito gelo e canudinhos coloridos! E moço, chacoalha bastante a coqueteleira, por favor. A gente vai ficar observando.

4 comentários

Anônimo disse...

Divas ,
Os tempos são de luta sempre , por isso mantenham firmes braços ( fazendo brigadeiros ,ou coquitéis, ou não !).
O melhor de tudo mesmo é correr para o
A-BRAÇO !!!!

Anônimo disse...

Olha... se é pra classificar braços... meu voto ainda é do Giba! hauahauahahauaha

Anônimo disse...

Braços... braços e braços... acabei de ver um sensacional as 9h27 da manhã e decidi deixar aqui a minha inspiração rsrs... A manga da camisa realmente é algo importante!

Beijos Meninas ! To com saudade de uma de vocês! rsrs

Le

Luciana disse...

O que importa mesmo é o abraço
As vezes apenas braço não é suficiente heheh

bjs
Lu

Postar um comentário