Descrição

Sobre ter “aquele” cabelo...


Existem coisas na vida que são capazes de afetar profundamente a auto-estima do sexo feminino. Algo simples para o resto do mundo – mas não para nós – como caber ou não naquele vestido sonho de consumo da semana ou receber o tal do telefonema no dia seguinte pode mudar o dia de uma forma inexplicável. Mas existe um aspecto crucial nisso tudo, aquele que seria motivo suficiente pra inventar uma doença altamente contagiosa e incurável até o momento em que você sente que pode sair de casa mais uma vez.
Sim, falamos do cabelo. As madeixas são um capítulo importantíssimo na vida de uma diva de qualquer idade e, na tentativa de deixá-las no lugar que a gente acha que elas devem ficar, são coleções de tratamentos e aparelhos e cremes e mousses e shampoos e cortes e recortes. Se a cor está perfeita, as pontas perfeitas e o vento perfeito que faz com que os fios voem e voltem cheios de charme, ótimo! Se não, naquele fenômeno que os gringos chamam de bad hair day, o mundo acabou e tudo que resta é se trancar no quarto até essa fase horrorosa passar. E no centro de toda essa discussão estão as 3 divas tentando compreender o que se passa sobre suas cabeças.
Em comum, as 3 têm cachos, cremes e redutores de volume, e uma vez considerados os padrões lisos e compridos, ou no máximo com leves ondas esvoaçantes, assumir os próprios cabelos é para elas mais do que assumir um estilo, é uma questão de personalidade.
Divas com cachinhos são menos comuns do que se pode pensar, uma vez que boa parte delas anda escondida por debaixo de chapinhas, pranchas, alisantes e outros cacarecos que os cabeleireiros modernos adoram usar na tentativa de estirar o nosso estilo de vida. Mas não, nós estamos realmente felizes com ele, obrigada. Mesmo que haja dias em que nenhum dos fios parece querer obedecer, mesmo que a gente já tenha tentado até forçar um visu mais lisinho, mesmo com todas as vezes em que brigamos com o espelho e “meu Deus do céu por que raios ele demora tanto a crescer?”, estamos felizes com ele. Afinal, se todo o mundo resolver estirar, meu, cadê o diferencial?
Por isso a gente fica paciente, por isso a gente investe, e investe, e investe (porque além de tudo cuidar de cachinhos tem 3 vezes mais custo do que um cabelo tipo Xuxa q só precisa de shampoo) e por isso a gente aprende a muito custo que realmente não dá pra lavar a cabeleira todos os dias, e se o amigo amanhecer cheio de nós não é um super pente que vai adiantar. Mas nada que uma bela boina ou um chapéu cheio de estilo não possa resolver, não é?! Divas e seus chapéus...
Artisticamente falando, de Julia Roberts a Vanessa da Mata e Luciana Mello, todas são cacheadas a seu modo, isso sem falar dos enrolados do cotidiano que não saem nas telas da TV e nem nas capas de revista, e porque, além de tudo, cada jeito de cachear é único!
Assim sendo, Divas com cachinhos do mundo todo, uni-vos! Porque nós somos lindas, poderosas e só neste texto já somos 3! Venderemos as chapinhas e daremos adeus aos anti-frizz! E mais ainda, porque a gente sabe que debaixo dos caracóis dos nossos cabelos têm muitas histórias interessantíssimas e uma fileira de admiradores que a muito custo são obrigados a entender que não, não pode encostar no cabelo e não, cachinho não é pra ficar brincando de enrolar entre os dedos. É só um belo item de observação, certo? Certo.
Ah, e no caso de dúvidas sobre o que fazer naquele bad hair day, vai a dica das divas:

6 comentários

Anônimo disse...

Texto novo eeeee!!!!!

Anônimo disse...

oi meninas, belos cachinhos, e não são dourados.
Parabéns!

Wal disse...

adorei o post... super tudo de bom!!!
alías... como é que faz isso...hahaha...tmb quero fazer mandando pra vcs...bjocas

Anônimo disse...

Porque o meu cabelo tem cachinhos e sim! é item de observação e tenho dito!
Identificação super!!!

Anônimo disse...

Como cacheada que sou, vou me manifestar tbém!!!! Abaixo o secador e viva o difusor!!!

Paulo Jalaska disse...

Eu também sou a favor de cabelos naturais , sejam eles cacheados ou lisos . Com um bom tratamento , a melhor forma de cabelo é o natural , pelo menos é o que eu penso

Postar um comentário